Translate

Bruxas, Wicca e nossa nova parceria | Editorial #12




Assim como a religião cristã com sua concepção de deus e todos seus derivados povoam o imaginário popular e ajudou a formar a cultura ocidental ao longo dos séculos, uma figura também tão conhecida quanto o próprio deus também faz parte da nossa cultura, mas com outra conotação: as bruxas. 

Vítimas de perseguição pela Igreja durante a Idade Média, as bruxas carregam consigo todo o estigma de maldade possível a um ser humano. Atribui-se a elas personalidade perversa e feitiços crueis que podem destruir com qualquer pessoa. Além disso, a Igreja Cristã ensinou ao longo de toda a sua história que as bruxas tinham uma ligação com as forças demoníacas personificadas na figura bíblica de satanás, o anjo caído do ceu que transformou-se em anjo mau para lutar contra o bem-estar das pessoas. E, se elas tem ligação com o demônio, devem ser combatidas. No folclore popular, bruxas são mulheres velhas e más, que matam e usam pessoas em seus feitiços terríveis. Chamar alguém de "bruxa" é uma ofensa que pode acabar com qualquer amizade. Até o inocente "Chaves" de Roberto Bolãnos, tem sua bruxa, a Dona Clotilde, ou a "bruxa do 71". 

E se tudo isso estiver errado? E se séculos de ensinamentos estiveram baseados em apenas um ponto de vista? Em qual momento da história perguntou-se às bruxas em que elas realmente acreditavam?

É muito curioso que, aos poucos, mais e mais pessoas tem entendido que todo o ensinamento religioso cristão foi baseado em fábulas, histórias criadas por pessoas simples que queriam passar mensagens mas não tinham á disposição recursos mais eficientes, ou tinham à frente um público que não entenderia conceitos elaborados. A própria história de Satanás, o tal anjo caído, é uma fábula das mais inocentes para mostrar a maldade do mundo. Aos poucos tem-se conseguido mostrar o quanto as pessoas estavam erradas ao levar o texto bíblico ao pé da letra. 

Mas o estigma pesadíssimo sobre as bruxas continuou. 

É com a intenção de desfazer séculos de preconceito e ignorância sobre figuras inofensivas que a Wicca vem ganhando cada vez mais espaço no mundo, particularmente em território brasileiro. A Wicca é uma religião pagã que acredita na existência de um poder sobrenatural equilibrado em forças masculinas e femininas. Apesar de ser considerada uma das religiões mais antigas do mundo, ganhou força como religião no século XX. Os seguidores da Wicca são chamados de "bruxos" ou "wiccanos". 

Patty Tsukino
Mas não sou eu quem vai explicar isso, até porque não entendo nada do assunto, apesar de me interessar bastante. A Patty Tsukino é carioca - o sotaque não nega, wiccana, tem 23 anos e mantém um canal no Youtube onde, entre outras coisas, fala sobre a Wicca. E ela é a mais nova parceira do Quem Foi Que Disse. A partir de fevereiro ela vai trazer aqui no blog vídeos onde fala sobre a Wicca de um jeito simples, leve e claro. É impossível não mudar de opinião sobre a Wicca depois de assistir os vídeos dela. 

E, além dos vídeos sobre Wicca, ela fala sobre um pouco de tudo: filmes de terror, séries e coisas aleatórias.

Aguarde!

Nenhum comentário:

js.src = "//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.0";