Translate

À Flor da Pele #1: Está na hora de falar sobre psoríase





Weslley Talaveira


"O que são essas manchinhas vermelhas na sua pele?"

"É alergia ao sabonete?"

"É dermatite?"

"Nossa, isso coça?"

"Já procurou a igreja? Deus cura qualquer coisa, é só ter fé!". 

Essas são algumas das frases que escuto quase diariamente nesses 11 anos de cuidados com psoríase. E não, não culpo quem pergunta nem me sinto incomodado com isso - não mais - pois sei que as lesões vermelhas com escamas realmente causam estranhamento. Eu me sentiria curioso se fosse em outra pessoa.

Mas vamos lá, respondendo à pergunta que se forma na cabeça das pessoas sempre que respondo que as lesões vermelhas não são alergia nem dermatite:

Pso o que? O que é psoríase?

Psoríase é uma doença autoimune que se manifesta na pele.

Eita, o que é doença autoimune?

Doenças autoimunes são causadas por um desarranjo do sistema imunológico que, em vez de defender o organismo de doenças, passa a atacá-lo das mais diversas formas. O lúpus é uma das doenças autoimunes mais conhecidas, mas existem outras diversas.

A psoríase se manifesta com lesões vermelhas com escamas que podem aparecer em qualquer lugar do corpo. Essas lesões na maioria das vezes não coçam - por favor, acreditem quando digo que não coça! - e nem sempre incomodam além do estético. Psoríase não é contagiosa e não é hereditária, ou seja, não se transmite de pai para filho.


O excesso de medicações já fazem parte da minha rotina. A cada banho uma nova sessão de hidratação e medicação. 



E o que causa isso?

Aí que tá. Diversos fatores podem causar a psoríase. O primeiro é uma predisposição genética imunológica, algo como se deus tivesse te premiado entre milhares pra ter a pele "um pouquinho diferente" da maioria. Além disso, o fator emocional está intimamente ligado ao surgimento da psoríase. Depressão, carga emocional elevada reprimida podem levar ao aparecimento da psoríase em quem já tenha a tal predisposição genética. Ah é, além de ser uma doença autoimune a psoríase é uma doença psicossomática, ou seja, doenças físicas que aparecem quando o estado emocional não está bem.

Como cura isso?

Pois é, nao cura... (Música triste de fundo, Gugu surge na tela contando a minha história de vida... rs). Ainda não há cura para doenças autoimunes, mas há controle. Para a psoríase existem uma série de regras a serem seguidas, medicações a serem usadas e cuidados a serem tomados para o controle da psoríase, mas apenas o controle. Vez por outra ela dá as caras e passa um tempinho comigo.

E o que ela causa de ruim?

Além do enorme constrangimento com as lesões vermelhas no corpo, a psoríase não causa nada de ruim. Claro, a falta de cuidado pode levar à artrite psoriática e a vasculite psoriática, mas isso são casos raros que posso falar outro dia.

Nossa, acho que nem pode tomar sol então, né?

Pelo contrário, eu devo tomar sol. A vitamina D é imprescindível para a saúde da pele, só que não posso tomar sol à vontade, pois o excesso pode, além de causar manchas bem feias, causar o efeito rebote.

Meldelsdocél, o que é efeito rebote?

Efeito rebote é a reação que o organismo tem quando um medicamento usado em excesso é cortado, sempre se manifestando com o excesso da doença que se tenta combater. No caso da psoríase isso acontece muito com os corticoides. O uso prolongado de corticoide pode fazer a pela se "acostumar" com o medicamento, e cortar de vez pode levar ao surgimento de novas lesões ainda maiores, mais fortes e mais resistentes.

Enfim, o primeiro post da nova sessão do blog, À Flor da Pele, tem o objetivo de apresentar um pouco dessa doença bastante chata e incômoda, e tentar combater o preconceito que o portador de psoríase ainda sofre na sociedade. Somos cerca de 3% da população mundial. Está na hora de falar sobre psoríase. 

Nenhum comentário:

js.src = "//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.0";